Revista âncora: Um Legado da UFPB para o Jornalismo Paraibano

Âncora, Revista Latino americana de Jornalismo é o mais novo periódico científico da UFPB, destinado a produzir reflexões sobre o jornalismo, suas práticas, seus produtos, seus profissionais, seu permanente estado de crise e de mudanças.

Lançada hoje para a comunidade universitária e os profissionais do jornalismo paraibano, âncora é um produto do Programa de Pós-graduação em Jornalismo da UFPB, um programa pioneiro, por ser o primeiro do país de natureza profissional na área do jornalismo.

Lembro-me como se fosse hoje, do nosso empenho no planejamento da revista, logo que recebemos a notícia da aprovação do Programa via Capes. Naqueles dias, lendo o livro de Ítalo Calvino, “seis Propostas para o Próximo Milênio”, topei com suas recordações da antiga máxima latina, “Festina Lente”, que adotara, desde a sua juventude, a qual pode ser traduzida como, “Apressa-te, lentamente”. Calvino admite que, mais do que as palavras, foram os emblemas marinhos que o atraíram, os quais aparecem nos frontispícios das obras do editor humanista dos idos de 1700, Aldo Manuzio, que como conta em sua obra, simbolizava o lema Festina lente com um golfinho que desliza sinuoso em torno de uma âncora”.

Estava ali o nome da nossa revista, por sugestão das minhas leituras, simbolizando um lugar, mas também o esforço intelectual de juntar as visões diversas que permeiam o campo jornalístico, assim como a contemporaneidade, que no campo acadêmico, como na ceara profissional, exige que busquemos empreender nossas incursões, perseguindo sempre direções firmes, competências que assegurem o nosso lugar na sociedade, assim como nossa contribuição ao pensamento científico e acadêmico.

Âncora chega pois com essa vocação e é o primeiro saldo de um esforço de colegas dedicados. O professor Pedro Nunes, editor geral da revista, emprestou-nos seu cérebro, sua energia e criatividade para gestar esse projeto. Os colegas do Programa receberam com entusiasmo a proposta e estão quase todos no nosso conselho editorial. No conselho científico, âncora reúne 55 ícones da pesquisa jornalística do Brasil e do Exterior, do quilate da pesquisadora Cremilda Medina, ao lado do investigador português das tecnologias móveis, João Canavilhas.

Nesse primeiro número, âncora explora as transformações pelas quais passa o campo jornalístico, sob o incremento dos dispositivos móveis e dos processos de convergência midiática e da automação das redações.

Com periodicidade semestral, a revista abre-se à reflexão acadêmica, e em seu segundo número, focalizará o tema da participação e da cidadania no jornalismo.

Em alguma medida, a máxima latina presidiu nosso trabalho nesses dois anos. Os primeiros frutos chegam com sabor de alegria, com toda a minha gratidão aos meus pares no Programa de Pós-graduação em Jornalismo.

Anúncios

One thought on “Revista âncora: Um Legado da UFPB para o Jornalismo Paraibano

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s