Saída de Si

Você me disse que queria sair de si, e a frase brotada do seu desalento foi como um chamado, uma senha, um eco reverberando dentro de mim mesma.

E eu fiquei pensando como seria empreender essa viagem. Fiquei pensando que eu também queria sair de mim, sair de mim sem fazer as malas, sem passar no caixa eletrônico, sair de mim de vagarzinho, às apalpadelas, como se não desejasse me despertar do meu sono leve, como se fugisse das despedidas,sair de mim pela porta da cozinha, sem sequer olhar para a louça amontoada na pia, o cesto de lixo a abarrotar das cascas da manga que eu comera a pouco,sair de mim com o vento da manhã a zunir os seus impropérios de brisa por entre as roupas do varal.

Sair de mim sem fazer alarde, como na música cantada por Chico, empoleirar-me na árvore torta, à frente da minha casa, como um chumaço de folhas, quem sabe um pequeno pássaro ressabiado com sua primeira proeza de voar, Sair de mim para depois me procurar, e me ver fazendo as coisas de todos os dias, o café da manhã, a oração desordenada e sem rumo, no sofá da sala, a busca do correio eletronico,  a escolha da roupa, a escovação dos dentes,o pentear do cabelo, a mão no trinco da porta, o premir do elevador, chegando perto da árvore torta, consultando o relógio, a mão direita abrindo a porta do banco do carona.

Saída de mim, eu então me perguntaria quem saíra de casa, e por um momento, um ínfimo momento, eu pensaria que eu estava morta. Depois sorriria de tamanha tolice. Era a vida o que habitava em mim, com toda a sua leveza, com todo um suave desatino que me permitia moldar pensamento, movimento e ação.

E sem nenhum laivo de tristeza, pensei que era você, desapropriada de mim, quem tinha morrido, com todo o peso das suas roupas, da sua pele, do bando de pássaros do seu desespero a fazer ninhos dentro de si.

E eis que você, misteriosamente surgida do nada, com seu eterno modo de querer controlar as coisas, desarticula minha árvore torta e encerra minha viagem de si com o um insípido ponto final.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s