Os Crimes do Brasil

Não, os verdadeiros crimes do Brasil não são estes dos quais o ex-presidente Lula é acusado e é mantido preso por mais de quatrocentos dias na polícia federal de Curitiba.

Os verdadeiros crimes do Brasil são de toda ordem, e se sucedem numa escalada assustadora, a maior parte deles sob o manto do silêncio da mídia tradicional, do parlamento, do poder judiciário.

Os verdadeiros crimes do Brasil ocorrem as claras, enquanto a suprema corte destila sua retórica inócua e antiquada, para justificar sua incapacidade de fazer justiça.

Os verdadeiros crimes do Brasil buscam o aniquilamento do país como nação. Chegam como disparos de fuzis, e vão abrindo feridas incuráveis na vida brasileira.

Quero aqui falar de alguns desses crimes, perpetrados sem qualquer barreira impeditiva, arranjados com selos, carimbos e protocolos do governo central.

A entrega da base de Alcântara aos Estados Unidos. Eis aqui um crime grave e verdadeiro, uma espécie de escravização do Brasil à tecnologia de ponta americana, um golpe fundo na soberania nacional, sob o manto do silencio da lei.

A drástica redução nos orçamentos da educação superior, da ciência e tecnologia. Este crime comunica-se com o primeiro. Interna e externamente, o país precisa estar submetido à nação de Donald Trump.

Outros crimes eclodem em muitas outras searas. Os oitenta tiros no músico carioca; as centenas de mortes de crianças e adolescentes nas favelas brasileiras; a perseguição às populações indígenas e aos movimentos sem-terra e sem teto.

Há crimes verdadeiros consagrados no próprio âmago do poder executivo. Os trinta e nove quilos de cocaína num dos aviões da comitiva presidencial é um crime verdadeiro.

As descobertas do Coaf envolvendo um dos filhos do presidente, eis um crime verdadeiro, que sequer mobiliza trabalho jornalístico de peso na mídia tradicional. O arsenal com cerca de 117 armas descoberto numa das casas do condomínio do próprio presidente, e, ao encerrar-se desta noite de quarta-feira, o estampido de um outro crime: Arsenal de mais de mil armas apreendido na Argentina, com destino final, o país de Bolsonaro.

O verdadeiro crime brasileiro, é o desmonte do país, que se faz a mãos largas, com brutalidade e ignorância, um país grande, sendo atirado ao despenhadeiro.

A sociedade, parte distraída, parte angustiada, assiste à retórica do Supremo em um jogo de cartas marcadas. Sítio de Atibaia, pedalinhos e triplex do Guarujá. A parcialidade, como um longo lençol de ferro, recobre a longa noite do ex-presidente Lula. Os verdadeiros crimes prosseguem, com uma sanha avassaladora, sob o manto da covardia e da indiferença dos poderes do país.

Escute a terra estalando. É o repicar de mais um crime verdadeiro, com centenas de agrotóxicos sendo liberados direto na veia dos brasileiros.

Escute essa dura sonoplastia de guerra. Escute o país arrojando-se para o abismo, com tantas mãos sujas de sangue e de ódio. É madrugada, e quantos de nós não conseguem conciliar o sono, à escuta dessa sinfonia sórdida…

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.